• Parcelamento de até 10x sem juros
  • 10% de desconto á vista
  • Parcelamento de até 10x sem juros
  • 10% de desconto á vista
Dúvidas? Fale conosco pelo WhatsApp: (18) 98115-7190 |
  • Siga-nos no instagram!
  • Curta nossa página do Facebook!
Sementes Feijão Mungo  - Caixa com 3 kg

Sementes Feijão Mungo - Caixa com 3 kg

Marca: BRSEEDSModelo:Embalagem com 3 kgDisponibilidade: Imediata

Sementes Feijão Mungo - Caixa com 3 kg

REF 1537

Por:
R$ 54,00

R$ 48,60 à vista com desconto Depósito Bancário
ou 2x de R$ 27,00 Sem juros Cartão Visa
 
Simulador de Frete
- Simulador de Frete

Sementes Feijão Mungo (Vigna radiata L.)

- Embalagem de 3,0 Kg

O feijão-mungo (Vigna radiata L.), conhecido no Brasil pelo nome comum de mungo-verde é uma leguminosa anual, de porte ereto/semiereto, que permite a mecanização da lavoura, com aproveitamento do mesmo maquinário utilizado na cultura da soja.

O Feijão-mungo tem sido uma perspectiva no plantio da safrinha em Mato Grosso, isso porque possui ciclo curto em regiões quentes e, normalmente, os produtores não conseguem preencher as áreas de segunda safra após a semeadura do milho, principalmente quando este atrasa. Além de tudo, o Feijão-mungo também permite a colheita mecanizada, utilizando o mesmo maquinário da soja. Para o cerrado também tem sido uma boa opção para plantio na segunda safra.

Os períodos de plantio indicados são:

Primeira safra

Sudeste: plantio – outubro a novembro

Segunda safra

Sudeste: plantio – fevereiro a março

Regiões quentes: plantio – janeiro a março

Terceira safra (irrigada)

Regiões quentes: Plantio – abril a julho

Regiões frias – final de julho a início de agosto

Cultivares

A planta possui porte ereto ou semiereto, a floração tem início entre 25 e 42 dias após a emergência, dependendo da cultivar, da região e da época de plantio. O número de vagens por planta varia de 4 a 34, dependendo principalmente da população de plantas por área e das condições edafoclimáticas. As vagens secas apresentam coloração marrom ou preta e cada vagem contém de 6 a 20 sementes. A produtividade pode chegar a 2.000kg por hectare. O ciclo da emergência até a colheita é de 60-120 dias, sendo mais longo para regiões mais frias e mais curto para regiões mais quentes.

Quando a colheita é realizada mecanicamente após a dessecação das plantas, os rendimentos são relativamente menores quando comparados à colheita semanal.

O feijão-mungo pode ser consumido cozido, na forma de farinha (alimento processado), em saladas, no kichadi ou kichari (tipo de sopa), com legumes ou apenas com especiarias, cebola e gengibre.  O broto (estádio inicial de desenvolvimento da planta) pode ser consumido cru ou rapidamente cozido. Nas culinárias chinesa, japonesa e indiana, o grão de feijão-mungo é usado para fazer sopas, fermentados e até mesmo doces. Além do consumo como brotos, pode ser consumido sem tegumento, na forma de cotilédone, inteiro, enlatado, refogado, tostado ou moído na forma de farinha, como sobremesas, snacks e pratos principais. Também pode ser usado na fabricação de macarrão e na elaboração de ensopados.